Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó pai, onde está a Mãe?

Rotinas, Organização, Dicas e Desabafos. Uma vida igual a muitas outras!

quando tudo deixou de fazer sentido...

Ana Gomes
03
Mai21

Como vocês sabem em 2019 perdi o meu pai.

Desde essa altura tudo o que para mim era "festa" deixou de o ser... aquele meu aniversário, o festejar um feriado com um jantar de amigos em casa, o dia da mãe, dia do pai, o natal... tudo isto deixou de fazer sentido! Simplesmente passou a ser mais um dia! 

Tento pelos pequenos que as coisas corram e eles se sintam felizes, mas por dentro toda a minha alegria fugiu! 

Não sei se algum dia recuperarei aquela vontade de festejar mas vamos indo e vamos vendo, apesar de já terem passado 2 anos a saudade aumenta cada vez mais! 

Desconfinar, confinando

Ana Gomes
16
Mar21

Mais uma vez o tema do costume... COVID, confinamentos e afins! 

Quase que como um tema comum das nossas vidas, bem até pode ser mesmo já que convivemos com esta bicheza há um ano. 

Recordo que há um ano tinha feito a minha última viagem até ao Douro... nem eu sonhava o quanto na memória me iria ficar gravada aquela estadia, aquele acordar a ver o rio, aquela cama! 

O pequeno almoço, as pizzas do hotel, a sala de cinema! 

Bem mas agora vamos desconfinar um pouquinho e o Costa já conseguiu, e bem, dar cabo dos planos de muitos milhões de portugueses (eu incluida) que planeavam uma Páscoa longe de casa para desconfinar. 

Vejamos, eu estava a planear ir para a minha casinha na aldeia a 1 de abril, pois bem o sr. Costa (muito bem) criou um plano para que ninguém saia sequer do concelho desde o dia 26 de Março até 5 Abril! 

Pronto pronto, vou ter de confinar em casa como todos os tugas! Era bom poder confinar num local com jardim e espaço para os miudos poderem correr, mas nessa impossibilidade ficamos no apartamento, melhores dias virão. 

Mas nem tudo é mau! 

Recordam-se que há um ano eu dizia algures por aqui que tinha ficado sem empregada doméstica, que a coisa até corria bem lá por casa e lá ia conseguindo fazer as minhas coisinhas. Pois bem ao fim de um ano, após dois confinamentos, duas vezes em que os miudos tiveram aulas online e me deixaram a casa em pantanas... consegui arranjar uma senhora para lá ir a casa 2x por semana (uma passar roupa e outra limpar). Bem dita a hora em que a minha cunhada perguntou se alguém precisava! 

Preciso sim e muito! SOCORRO tenho a casa parece um armazém, para terem noção ainda tenho as caixas com a decoração de Natal na entrada de casa à espera do próximo natal quase de certeza! 

Ai... isto agora com uma ajuda extra vai ser bem mais simples, porque estar a trabalhar, com o marido em casa a tomar conta das crianças e sem dar conta do recado com as tarefas domésticas deixa-me os cabelos brancos! 

Pronto e assim vamos começar a desconfinar, vamos começar a ver se as coisas melhoram que eu acredito que sim porque senão arranco os cabelos fora! 

Vamos lá que todos juntos somos muito e tudo conseguimos! 

 

P.S. Aos pais que vão ficar em casa com crianças do 2º ciclo (eu tenho um mas vai para casa da prima) e do 3º ciclo pensem positivo já faltou bem mais! 

Estagiária... Por favor foi a primeira e última!

Ana Gomes
15
Mar21

Bem sei que também já passei pelo mesmo, mas se queria o emprego esforçava-me para o ter. 

Ok vamos lá começar. 

Em Janeiro de 2021 estava combinado que uma sobrinha viria estagiar aqui na empresa. Ok tudo bem sem stress, mas não serei orientadora de estágio! (Ainda bem, porque senão ela já não estaria cá!) 

Ora vamos lá refletir sobre o assunto, supostamente um estágio é feito para aprendermos a trabalhar na area que estudamos! Supostamente um estágio permite-nos que consigamos experiência para arranjar emprego! A meu ver um estagiário terá todo o interesse em dar 100% para ver se consegue uma vaga de trabalho naquela empresa!

Acho que são 3 pressupostos válidos, certo?

Pois é... é certo para nós, não para uma estagiária de secretariado com 17 anos que nem sabe o que é responsabilidade. Quando a cabeça daquela miuda ainda pensa como uma adolescente, mas daquelas ainda na puberdade! 

Vou-me explicar... não há uma semana em que ela consiga trabalhar a semana toda ou quase toda já que às quartas de manhã tem aulas! 

Supostamente o horário seria segunda a sexta dias completos com excepção da quarta que seria só de tarde! Supostamente o estágio acabaria para a semana! Só que não!

Ora bem semana passada (semada 10) segunda de tarde nao veio consulta no dentista, terça veio o dia todo mas é como se não estivesse, teve "problemas" com o ex namorado porque ela fez merda... (quem não a conhece até acreditaria na história fascinante que inventou) ou seja na terça mais valia não ter vindo, quarta aula de manhã entrou de tarde, sentou-se e levantou-se para sair. Quinta... não apareceu teve consulta e sexta saiu mais cedo para ir aonde? A uma consulta! 

Ó pá ainda bem que não sou orientadora de estágio da miuda... porque metade destas consultas sem justificações ela já estava era em casa sem terminar o estágio! 

Falta muito para acabar Março? A criança andar a sonhar que em setembro volta para cá para o estagiar! Se a orientadora de estágio não fosse a "madre teresa de Calcutá" a miúda talvez endireita-se mas pronto... nada a fazer! 

 

NOTA: Entenda-se que ela é minha sobrinha e gosto muito dela, mas deixo-vos a explicação que os pais da criança são divorciados e ela foi "programada" pela querida mãe para ser a moça de recados para contar à mãe o que fazemos, o que temos, o que dizemos quase o que cag....! Sabendo eu a escola que ela trás e sendo eu um pouco como o meu pai, ela não vai na onda comigo porque não lhe facilito a vida dizendo tudo na cara. Cheguei mesmo há uns anos atrás mete-la no sitio dela quando levantou a voz ao meu irmao e à minha mãe e cheguei a dizer-lhe que se a "a tua querida mãezinha quiser vir falar comigo, que me bata à porta porque se ela quiser também lhe dou um par de estalos na cara como darei a ti se vir outra vez este espectaculo!"

 

 

Desliguei! - Parte II

Ana Gomes
11
Mar21

No post anterior informei que desliguei o facebook daqui do blog. 

Pois bem hoje venho informar que desliguei o instagram da página. Melhor não desliguei alterei o perfil para um perfil pessoal, passei-o para privado e é provável que muitos de vocês nem la constem de momento porque eu simplesmente removi. 
Peço desculpa a quem me seguia por lá, mas começo a achar que o melhor é privacidade. 

Estarão a perguntar-se o porquê destas decisões. 

Aqui vai a explicação mais curta e eficaz... porque sim! 

Ok, começo a ficar um pouco farta de ter de regularmente colocar o que quer que seja nas redes sociais só porque sou blogger ou tento ser. Não quero ter essa obrigação para quem me segue. Depois sou abordada regularmente por empresas que querem parcerias e que eu sinceramente dispenso porque não sou feita para essas coisa. A única que fiz foi com uma vendedora de uma marca da produtos de limpeza e sinceramente? Arrependo-me tanto, não que os produtos não sejam bons até pelo contrário, mas preferia não ter essa responsabilidade. 
Depois por alguns comentários que por lá surgem que me irritam um bocado e como por vezes não tenho filtro prefiro manter a conta numa coisa pessoal, so certos amigos, bloggers que tenho alguma confiança e familia claro. 

Quando ao blog aqui no sapo... vai manter-se nem que seja uma vez ao mês mas será sempre o meu local de escape! 

Queriam ver-se livres de mim? Não podem! 

Quando desconfio...

Ana Gomes
26
Fev21

Sabem quando desconfiam de algo... mas têm certezas! 

Que depois se confirmam, mas acabamos por não dizer nem confrontar quem devemos? 

Sabem quando acabamos por mandar uma boca para o ar ou dizer diretamente que sabemos a quem nos engana e eles ficam encravados? 

Pois é isso mesmo... eles supostamente acham que eu não... mas há uma parte que me diz mas o outro lado não e quando eu digo "ah e tal já sei que aconteceu e foste e falas-te..." e eles calam-se e não sabem o que dizer! 

Sabem o que isto me diz? Que quem me mente é porque está mesmo mal e a precisar de desanuviar ideias bem longe... de mim e dos meus! 

Fugi no fim de semana

Ana Gomes
01
Fev21

Sim... fugi no fim de semana. 

Não infrigi nenhuma regra e confinei, mas confinei na aldeia! 

Sexta depois do trabalho saímos diretos para a aldeia dentro do horário de circulação só regressamos hoje de manhã como mandam as regras do estado de emergência. 

Tinha de ir... infelizmente tinha mesmo de ir! Não fui só porque me apeteceu fui porque tinha necessidade de o fazer. 

Tudo por causa de um fogão avariado e que supostamente tinha sido reparado. Pois supostamente... ainda bem que lá fui porque o raio do fogão continuava igual. Acabei por ficar sem fogão um fim de semana inteiro. 

Depois tinha a sala em estado de sitio depois de o meu adoravel cão ter feito xixi em cima das camas dos meus filhos, claro está que tinha deixado tudo lavado e a secar na sala em cima das cadeiras. 

Depois recebi uns colchões novos que ficaram "despesjados" também no meio da sala.

Assim decidi ir para cima antes que as aulas online dos miudos começassem porque é mais fácil levanta-los da cama cedo sem aulas do que propriamente quando têm aulas e saber que vão a dormir! 

Levei daqui a comida necessária para o final de semana para não ter de sair de casa e não ter de andar em supermercados. Não queria andar a passear sem necessidade! 

Lá nos enfiamos em casa com uma vantagem, sendo a casa num condominio fechado, sendo o dito condominio quase como casas de férias, pudemos caminhar pelo aldeamento sem qualquer problema pois sendo maioritariamente casas de férias ninguém foi confinar para a aldeia. 

De sexta a segunda completamente fechada numa casa... com chuva e lareira... quando havia hipotese era hora de passeio pela quinta! 

Ficheiro_000 (2).jpeg

Soube bem ir lá nem que fosse para arrumar e organizar a casa mas sempre deu para desanuviar as ideias.

Incrivel!

Ana Gomes
28
Jan21

É incrivel como é que este governo ainda não aprendeu nada desde março! 

Encerraram as escolas há uma semana e só agora é que andam a questionar os pais se os miúdos têm acesso à internet e computador ou tablet para aulas online!? 

Por favor Sr. Ministro da Educação e Sr. Primeiro Ministro isto é inadmissivel! 

Depois andam aí em entrevistas a dizer que será um ano letivo perdido para milhares de alunos! Mas será que desde Junho quando terminaram as aulas até agora não tiveram hipotese de tratar do assunto? 
Será que desde setembro inicio do novo ano letivo não poderiam ter preparado tudo para uma eventualidade destas? 

Como sempre a mesma coisa! 

Ai os homens

Ana Gomes
27
Jan21

Ok ok só pelo título até poderei já ser insultada, esbofeteada até sovada, mas os homens doentes ai meu Deus! 

Já diz a minha mãe que se os bebés nascessem pelos homens só vinha um e cada vez mais acredito nesta frase. 

Nunca vi pessoas tão paridinhas como os homens que me rodeiam... os irmãos, os tios, os primos, os filhos, o marido... Credo! 

O meu marido no final de semana deitou-se na sexta na cama só se levantou na segunda. 
Perguntei-lhe o que tinha e ele de voz arrastada e pesarosa "estou meio doente!",  ok se estás doente vais dormir sozinho no teu sítio... já estando eu a prever este estado pois ele já tinha dado a dica numa das viagens de carro depois do trabalho onde me disse "se eu tiver de ir ao hospital por causa da garganta fazem-me o teste do covid!" 

Nesse momento nem lhe respondi... abanei com a cabeça em concordância mas com um sorriso sarcastico na cara. 

Bem sei que ele sofre de amigdalites frequentemente tal como eu, mas daí até ficar 3 dias de cama por favor, poupem-me! 

Ora bem o senhor decidiu ficar na cama, sim senhor fiz um final de semana como se ele nem estivesse em casa, só eu e os pequenos. Simplesmente lhe servi as refeições e pouco mais. 

Domingo à noite ainda se arrastava como zombie mas por milagre na segunda de manhã estava fino e bem disposto para trabalhar! 

Sinceramente se ele não trabalha-se comigo acharia que ele tinha uma amante! 

Homens sensiveis meu Deus... se eles soubessem o que são dores, dores de parto, dores crónicas, se todos os meses tivessem de passar pelo incomodo de ter dores ou mal estar calavam-se. Porque muitos (como o meu) quando digo que tenho enxaquecas ainda fazem cara feia! 

Haja Paciência! 

Nova imagem, novo título

Ana Gomes
25
Jan21

Rapidamente venho explicar o porquê desta mudança, após 2 anos com um blog sobre a minha vida e eu.

Ora bem ontem em casa passei o dia a ouvir os meus filhos a chamar por mim, "ó mãe isto... ó mãe aquilo...", desapareci por uns minutos para sossegar a cabeça e só ouvi o mais novo chamar por mim, como não respondi ouvi-o "Ó pai, onde está a mãe?"

Este foi o meu momento eureka, já andava a tentar mudar o nome do blog para algo mais divertido e ontem quando o meu filho proferiu aquela frase foi assim como se o mundo se ilumina-se para mim!

Assim decidi alterar o nome do blog para Ó  Pai, onde está a mãe?" aquela pergunta que todas nós como mães sabemos que é recorrente! 

Os temas serão os mesmos e claro que não faltará diversão.

Obrigada ao meu antigo titulo agora é a ver de um novo!